19/08/2015

É RAPIDINHO: POP-UP STORES

Desde o início dos anos 2000, grandes marcas decidem por uma estratégia de marketing conhecida como "pop-up stores", que são espaços efêmeros instalados com duração limitada destinados a comunicar o conceito da marca, promover lançamentos, aumentar o público-alvo e causar "frisson".

Comme des Garçons- Sophia, Bulgária Set/2011
Um exemplo que deu certo foi a japonesa Comme des Garçons, com as "guerrilla stores", que desde 2004 são implantadas em locais inesperados que vão durar no máximo um ano, para em seguida surgir em outra cidade ou outro ponto. A primeira delas aconteceu em Berlin instalada em uma antiga livraria conservando as instalações originais para expor os produtos. Deu certo e a marca continuou investindo nesta estratégia: anuncia sua chegada em locais inusitados, usando cartazes colados e folhetos distribuídos, passa um tempo e vai embora. E os novos adeptos partirão então em busca das lojas permanentes.


Comme des Garçons - 10/07 a 1/08 2011, Hong Kong
 A GAP adotou o formato "pop-up store" dirigido ao seu grande público: um ônibus escolar, típico dos americanos percorre nas férias de verão as praias da costa oeste dos estados Unidos, com produtos da linha praia. Além deste roteiro de verão, a marca aparece no famoso 'Black Friday" com ofertas da estação, em lugares diversos.

GAP - Verão USA


GAP- Inverno USA
A descolada Kate Spade escolheu o mesmo formato: "Pop-up Tour": um ônibus decorado com o tema da coleção primavera-verão de 2012 circulou por NYC, Los Angeles, Seattle e Austin.
Kate Spade - Bus Tour
 No verão de 2011, a gigante inglesa H&M instalou um container em uma praia da Holanda apresentando a coleção "resort" com um mix variando de roupas à artigos de casa. Esta "pop-up store" durou apenas um fim de semana.

 
H & M- Scheveningen- Holanda, 2011 

Fica então a dica: se gostar da marca e encontrar um espaço assim, corra, porque é rapidinho!

Créditos das Imagens:
0'/>