20/04/2016

SPFW VERÃO 2017



Verão 2017? 
Pois é, o calendário da moda funciona assim mesmo mas pelo visto não por muito tempo. O consumidor está mais imediatista do que nunca e as grandes marcas já perceberam que a distância entre os desfiles e a chegada dos lançamentos no varejo precisam ser encurtadas.

Trechos da matéria recente publicada no Valor Econômico explica:
"E foi exatamente o que anunciou grifes como a Burberry, a Michael Kors, a Tommy Hilfiger e a Tom Ford. Todas passam, a partir do próximo semestre, a adotar a estratégia de lançar as coleções e colocá-las imediatamente à venda, acabando com o “gap” de seis meses entre desfile e a chegada das peças ao varejo.
A ideia tem a aprovação de uma das maiores varejistas brasileiras de moda, a Riachuelo, que testou a estratégia bem antes das grifes internacionais embarcarem nela. Em novembro de 2014, a Riachuelo armou um desfile para apresentar a sua coleção em parceria com a grife italiana Versace. Ao final da apresentação, o público teve acesso a uma loja montada ao lado da passarela, onde as peças podiam ser compradas. A varejista poderá repetir a experiência em abril, quando lançará a coleção do estilista Karl Lagerfeld (da Chanel). Por enquanto, confirma o desfile para o dia 26 de abril e o lançamento nas lojas para o dia seguinte. 
“Esperar seis meses para ver a coleção nas lojas fazia sentido quando os desfiles eram apresentações fechadas, com pouco acesso do público”, diz Marcella Kanner, gerente de marketing da Riachuelo. Com as mídias sociais espalhando as informações e as próprias marcas fazendo transmissões ao vivo, nada mais é segredo. “As grandes marcas começam agora a fazer o que o fast-fashion já faz há tempos”. Apesar de lançar coleções por temporada, os grandes varejistas colocam novidades nas lojas semanalmente, na forma de pequenos lançamentos que são guiados pelo comportamento de consumo. “Como somos fabricantes, o nosso processo é ágil e pode responder rapidamente às demandas do consumidor.  
Para a pesquisadora Paula Acioli, é importante não perder o “timing” e estar no mesmo ritmo do consumidor. “Se estamos vivendo as ondas do ‘timeless’ (atemporal), ‘ageless’ (sem idade definida), o ‘genderless’ (sem gênero definido) e tantas outras situações híbridas, por que não adotarmos, na moda, o conceito ‘seasonless’?”. Parece ser um caminho sem volta." 
A SPFW acontece de 25-29 na Fundação Bienal de São Paulo, mas você pode assistir ao vivo. O Calendário está disponível aqui.

0'/>