VISUAL MERCHANDISING: TOMMY HILFIGER AMSTERDAM

 

Imagem da fachada da loja Tommy Hilfiger em Amsterdam
Tommy Hilfiger- Amsterdam- Fachada

Já falamos aqui sobre o conceito e algumas funções do VISUAL MERCHANDISING. Neste post vamos mostrar e analisar algumas técnicas empregadas na Loja TOMMY HILFIGER em Amsterdam, que foi batizada como "A Loja do Futuro".

Inaugurada no final de 2018, a loja é dotada de recursos tecnológicos focando em um público jovem e conectado com o que há de mais atual em termos de interatividade. As telas de led apresentam a coleção completa e o consumidor pode escolher e comprar o que não está exposto e receber o produto em casa. Estas telas também sinalizam em que seção o produto está exposto, as cores e tamanhos disponíveis, além do preço. 


Imagem do interior da Loja Tommy Hilfiger Amsterdam


Layout


O layout foi definido para a exposição no modo pendurado, facilitando a visualização frontal. Este modo de apresentação é ideal quando existem detalhes (patchs, inscrições, cortes) na frente, que se dobrados, não seriam notados. 

Imagem do interior da loja Tommy Hilfiger Amsterdam


Imagem do interior da loja Tommy Hilfiger Amsterdam

Merece destaque a área de circulação, que permite ao consumidor se locomover com conforto. Telas de led espalhadas em todos os ambiente dão o tom futurista da loja.


Visual Merchandising


Imagem do interior da loja Tommy Hilfiger Amsterdam


Aqui notamos a apresentação por modelo e blocos de cores bem definidos com poucas peças expostas. As marcas premium costumam adotar este critério: poucas peças por modelo variando apenas a numeração.


A imagem acima exibe um detalhe da parede mostrada anteriormente, destacam-se os acessórios nas mesmas cores dos produtos. Tornam-se produtos complementares, coordenados entre si. Esta estratégia é excelente para estimular a compra por impulso. 


Mesas de apresentação


Recurso essencial em um projeto de VISUAL MERCHANDISING, as mesas de apresentação permitem compor looks completos fazendo com que o consumidor tenha uma visão mais ampla das possibilidades de uso dos produtos. Além de estimular a compra por impulso, as mesas criam trilhas de circulação. Quando bem localizadas convidam o cliente a percorrer vários espaços da área de venda.


Imagem do interior da loja Tommy Hilfiger-Amsterdam

Imagem interior loja Tommy Hilfiger Amsterdam



Pontos focais


Todas as formas de exposição isolada com o objetivo de destacar um produto ou uma  composição de produtos podem ser considerados como pontos focais: as mesas de apresentação vistas acima, telas de led, manequins com looks completos simulando situação de uso entre outros recursos. Os pontos focais devem ser posicionados estrategicamente no interior do PDV para cumprirem sua função: atrair o olhar e seduzir.

 

Imagem interior loja Tommy Hilfiger-Amsterdam

Quando instalados na entrada da loja, serve como "zona de aterrissagem", fazendo com que o cliente ao entrar na loja, dê uma paradinha, e comece a entrar no clima, na atmosfera preparada para recebê-lo. Todos os estímulos que ele trás do ambiente externo, precisam de um tempinho para desaparecer e esta zona é responsável por cumprir esta função.


Imagem interior loja Tommy Hilfiger-Amsterdam


Alguns detalhes deste projeto merecem atenção:

  1. a iluminação: os pontos são direcionados para as araras e zonas de interesse, despertando o olhar para os produtos. Recurso infalível que deve ser pensado desde o início do projeto. A iluminação no piso que produz um efeito maravilhoso destacando os equipamentos de exposição.

  2. Os tapetes com a logo TH em relevo, nas cores padrão da marca: azul, vermelho e branco. Estas cores estão presentes em todos os equipamentos, compondo a identidade visual.  

  3. As cores claras empregadas na parede e na madeira do piso, permitem um visual clean, sem muitas interferências, deixando o produto como protagonista.


Vista noturna fachada loja Tommy Hilfiger-Amsterdam


Este é um post de inspiração. Aqui mostramos diversas técnicas de Visual Merchandising e Store Design que servem como referências na hora de planejar uma loja, independente da área e segmento. 


Créditos das imagens:

https://tinyurl.com/uxcvw4h

 

Nenhum comentário:



Topo